Publicado por: Breno B | 24 abril, 2007

Pérola do Sul

Graças a fé depositada na oração do post anterior, e após a ingestão de um generoso chá-de-aeroporto, tive o prazer de passar meu final de semana prolongado em Florianópolis. Com a ajuda de mais algumas mandingas secretas, consegui desfrutar de quatro dias inteiros de sol, sem nenhuma gota de chuva. Cá estou de volta. Queimado de sol, recheado de ostras.

Uma coisa eu posso afirmar: Floripa não tem dica. Floripa É a dica. Felizmente, entramos na chamada “baixa temporada”, onde os preços ficam mais convidativos e a cidade menos turística. É quando a Praia Mole fica mais mole, a Lagoa da Conceição fica só pra Conceição e a Joaquina pra Joaquina. Não tem busão nas dunas, não tem fila nas sequências de camarão, não tem trânsito no Centrinho.

flo02.jpg

Como ninguém é de ferro, lá fomos nós pro Confraria do Chopp da Ilha, bem no centrinho da Lagoa em plena quinta-feira à noite. Pra começar uma Brahma com camarão ao bafo. Pra terminar uma Brahma com lula na chapa. Tudo isso acompanhado da competente Confraria Blues Band, que fez desaparecer o gostinho de chá-de-aeroporto de São Paulo.

flo01.jpg

Ficamos hospedados no Bangalôs da Mole, bem no final da descida do morro, canto direito da praia. Por módicos R$75 ao dia com café da manhã incluso, o hotel oferece um apartamento tipo “duplex honesto” para até três pessoas. Basta atravessar a rua e se embrenhar na restinga pra chegar na Praia Mole. Até então, nunca tive o prazer de lagartear ao sol na Mole fora de temporada. Confesso que fiquei ainda mais admirado com a paisagem sem a plantação de guarda-sóis que floresce no verão. Isso sem falar da galera sarada que me fez sentir culpado pelas Brahmas a mais do dia anterior. É ver para crer.

flo03.jpg

Mas nem só de beleza vive a Ilha. Tem conteúdo também. Em Santo Antônio de Lisboa pudemos conhecer melhor a história da colonização açoriana, com suas casinhas, comidas típicas e fachadas preservadas. Uma parada no restaurante Chão Batido para uma seção nostálgica à lá Leon de Bruxelles: um panelão de mariscos no bafo. Mas isso só depois de uma casquinha de siri e camarão. Como? Ao bafo!

flo04.jpg

flo07.jpg

No sábado, planejamos uma ida a Balneário Camburiú, cerca de 70km de Floripa. Não antes de nos abastecer de frutos do mar no Maria Farinha, nome popular daqueles caranguejos de praia que gentilmente nos cava o buraco do guarda-sol (brincadeira). Solta uma marejada. Até onde meu paladar de botequim alcança, a marejada é uma paella simplificada, com um pouco de leite de coco e mariscos defumados. Me desculpem a simplificação, mas acho que já dá pra ficar com água na boca.

flo06.jpg

Domingo cedo e o cardápio do dia já estava montado: algumas horas de sol e cerveja de manhã, ostras frescas no almoço e uma surpresa no jantar. Lá pelas tantas, pegamos o carro em direção ao extremo sul, no bairro também açoriano de Ribeirão da Ilha em busca de ostras frescas. O destino final foi o restaurante Ostradamus que, como o próprio nome diz, é especializado em ostras e frutos do mar. Fica ao lado do rio (ou seria mar?) onde são cultivadas as ostras, o que dá segurança de se empanturrar de ostras sem se preocupar com o amanhã – se é que vocês me entendem.

flo09.jpg

Uma porção de ostras ao bafo (claro), uma ao alho e óleo e a mais espetacular de todas porções de todo universo: ao bafo com Martini e limão! Foram seis dúzias (!) de ostras pra mim e pra minha mulher. Que me desculpe o Cristo Rendedor mas vou lançar uma campanha para eleger o Ostradamus como a maravilha do mundo. Para completar a dica, toda quinta-feira tem o Festival Quinta das Ostras, onde são servidos mais de 30 tipos de ostras! Não se preocupe pois tem uma igreja ali perto onde dá pra confessar todos os pecados depois.

flo08.jpg

Ainda que tenha me entupido de ostras, não tinha achado minha “pérola de viagem”. Sabe aquele lugar que fica marcado pela originalidade da descoberta, algo novo e inesperado que não consta nos guias, aquele que só se acha quando se perde? Demorou pois só encontrei minha pérola no domingo à noite.

Estávamos indo pra algum restaurante no centro da Lagoa, quando passamos por um bar com uma movimentação incomum para o dia. Resolvemos entrar no Jinga Bar para averiguar a situação. Logo na entrada, uma placa anunciando um couvert artístico de R$10,00 me deixou ainda mais curioso. A surpresa ficou com a apresentação do espetáculo local Margem Esquerda. Mistura fina de poesia com MPB e pitadas de dança contemporânea, o grupo conseguiu agitar o bar inteiro com a sua performance. Era a surpresa do dia, a minha pérola de viagem.

flo10.jpg

E voltamos de lá com um sentimento de missão cumprida. De alma lavada. De pele tostada.


Responses

  1. […]  – O Breno aproveitou uma passagem baratinha da Gol e foi aproveitar o tempo firme e os preços baixos de Floripa em abril. […]

  2. Putz, vendo essa comida, esse lugar… deu vontade de sair correndo e pegar o primeiro aviao e voltar ao Brasil

  3. Breno, ¡Bueno, bueno eso es comida!.
    Vaya gambas más ricas y adoro las ostras gallegas no sé como serán por ahí.
    El arroz parece una paella valenciana.
    ¡Bendita comida es una buena compañera de un feliz viaje!

  4. Pô,muito maneiro teu blog, bem ilustrado! Gostei.

  5. Como quase todo paulistano, sonho um dia em morar em Floripa!

    Demais!

  6. foi procurando por “margem esquerda” no vasto google que encontrei teu blog. bom saber desse olhar turista e perolado sobre nosso espetáculo – jóia nova que taí pra despertar isso mesmo… as belezas! abraços!

  7. é muito legal saber isso por que eu tenho que fazer uma pesquisa sobre Pérola para a minha PROFESSORA e ela pedio para pesquisar PARA QUE SERVE A PEROLA

  8. Obrigada ?

  9. Breno!

    Cheguei aqui procurando dicas de Floripa no Vnv.

    Assim como voce, aproveitamos e compramos passagens na promocao da gol.

    Vale a pena ficar nos Bangalos da Mole? Voce alugou carro la?

    Me fala mais.

    Abraco!

  10. Olá Breno, beleza?
    Estamos aqui, em nome do grupo margem Esquerda, te enviando uma surpresinha para matar a saudade de floripa.

    http://br.youtube.com/watch?v=GPhjVjvcPTE

  11. Bela surpresa! Ô saudades…

    Abraços e sucesso


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: