Publicado por: Breno B | 15 janeiro, 2008

Arraial D’Ajuda

Lá se vai 2007. E quando tudo parecia indicar um final de ano com chave de ouro, ficamos a ver navios com os aviões da BRA. Não fosse a habilidade e rapidez da nossa agência de viagens, estaríamos literalmente na roça. E lá fomos nós. Sessenta pessoas (repito: sesseeeeenta pessoas!) aqui do interior de São Paulo para uma viagem em grupo, digo… bando.

praia_parracho.jpg

Há muito tempo eu passo o Réveillon em Juquehy, litoral norte de São Paulo com minha família. Resolvemos que estava na hora de buscar novos mares, novas areias para aceder as velas e novas sete ondinhas pra pular. Confesso que 2007 não saiu bem como planejado e nada melhor que começar 2008 com uma mudança de ares. E lá vamos nós, em bando, pra Arraial D’Ajuda.

hotel01.jpg 

Nossa hospedagem foi no Hotel Saint Tropez, que fica pé na areia na Praia do Parracho. Ainda que não esteja a altura da beleza das pousadas charmosas de Arraial, tem uma estrutura na medida para agradar todo mundo. Piscina, quadra de tênis, vôlei, monitores para as crianças, boa comida, bom atendimento… tudo simples, bem organizado e distribuído. Ah, quase esqueci… tem a praia também!

hotel02.jpg 

Arraial é um lugar estratégico para uma viagem do tipo família. Enquanto os baladeiros de plantão embarcam na balsa para uma noite em Porto Seguro, o pessoal mais sossegado ruma para o centro de Arraial em busca de boa comida, música e, por que não, umas comprinhas. Começamos petiscando rolinhos tailandeses no Godzilla, apimentamos o estômago no Flor de Lótus com um curry vermelho e acabamos a noite adocicados na Creperia devorando com cremes de doce de leite. Gula é pouco. Outro dia fomos direto ao Aipim Estrela no Beco do Jegue. Muito bom também.

crepe.jpg

beco_jegue.jpg

Outra alternativa para os micareteiros-chiqueteiros-jamilzeiros-iveteiros é a Barraca do Parracho, ali mesmo na Praia do Parracho. Como nosso hotel ficava a poucos metros dali, o som dos shows que rolavam era tão alto que parecia que a Ivete Sangalo estava cantando dentro do nosso banheiro! Deu vontade de ir, mas acabei mesmo dormindo com a Ivete🙂

Na virada de ano meu teor alcoólico estava tão fora de controle, que acabei pagando R$190,00 por um ingresso no show do Asa de Águia! Confesso que me diverti legal, mas minhas pernas com Red Bull não foram além da Dança do Vampiro. Me rendi às 5:30h com o sol nascendo e uma parte do bando ainda bebendo.

barraca_parracho.jpg

Cansados de ficar tostando ao sol, com água de coco e cerveja geladinha na piscina do hotel (cansa viu?), fomos em bando para a Praia do Rio Verde em Trancoso, e pousamos na posuda Pousada Bahia Bonita. Recheado de espreguiçadeiras de madeira com colchões macios à beira da praia, seu Beach Club oferece um atendimento de primeira, ótimos petiscos e conta com um DJ que sabe como embalar o clima de tranqüilidade do lugar. E como (quase) tudo que é bom tem seu preço, existe uma consumação mínima para abundar no local. Mas como o nosso bando de quase quarenta pessoas produziu um conta de R$4.300,00 daria para abundar em todas as espreguiçadeiras da praia – já contando com as de plástico das outras barracas.

bclub01.jpg

bclub03.jpg

bclub02.jpg

bclub04.jpg

De tardezinha, na volta para Arraial, paramos por uns 15 minutos no Quadrado de Trancoso. Tempo suficiente para comer um pastel assado de camarão e um brigadeiro de pistache na colher lá na Laricaria. Não sei dizer bem onde fica, mas é lá nos fundos de um beco do lado esquerdo do Quadrado. Uma dica quentíssima do nosso amigo Neto que morou um bom tempo por ali. Pena que não deu pra ficar mais tempo e só não chorei porque já tinha conhecido o Quadrado na viagem do Club Med Trancoso. Prometo que volto com mais tempo.

quadrado.jpg

No último dia fomos conhecer a famosa Praia do Espelho. Pagamos R$300,00 por um táxi com ar-condicionado e DVD, sacolejando 1:10h até a praia. Uma dica: logo na chegada, ignore as placas talhadas de madeira que apontam a praia e continue reto até lá embaixo. Se você segui-las, vai estacionar em cima da falésia por um preço mais caro e terá que descer uma pirambeira braba. Dica válida especialmente pra quem tiver com crianças e seus apetrechos. Também dá pra chegar de barco vindo de outras praias, mas o tipo das embarcações que eu vi dá medo.

espelho01.jpg

A Praia do Espelho faz jus à fama. Suas águas são verde-transparentes, sem ondas e com belas falésias. No canto esquerdo, uma grande falésia branca separa Espelho da deserta Praia dos Amores. Dizem que essa praia se parece muito com as praias tailandesas de Ko Phi Phi Leh e/ou Phuket. Espero um dia confirmar a informação in loco. Não consegui visitar o canto direito porque havia um rio no meio do caminho. Deixamos o rio pra trás e fomos procurar sombra e água fresca na Pousada do Baiano, a mais cool-chic da praia.

baiano02.jpg

Mas como tudo tem seu preço, é bom chegar cedo e garantir o lugar. E tem mais: para abundar ali na alta temporada, só reservando o almoço. Mas vale a pena, mesmo que os preços não sejam muito convidativos. Pedimos peixe grelhado com molho de camarão. Delicioso. Depois do almoço é só descansar numa esteira qualquer debaixo dum coqueiro qualquer e esperar o tempo passar. A praia vai ficando mais linda e calma à medida que o sol cai e a CVC se vai. Ô vida boa…

baiano01.jpg

Acordamos na madrugada de domingo para pegarmos a primeira balsa de volta para Porto Seguro, que ainda resistia ao amanhecer com gente dançando zouk na beira do rio.

velas.jpg

Pena que acabou. Arraial D’Ajuda e aquele bando de gente vão deixar saudades…


Responses

  1. ARRAIAL é um point, delicioso e divertido. DETESTO ficar em Porto Seguro, mas em Arraial adoro. Porto é pra apssear e voltar correndo pra Arraial, Trancoso e Espelho.

    Bom retorno!

  2. Breno, lindíssimas fotos!

    Que delícia de ano novo deve ter sido! Só que com tanto sucesso na viagem, quero ver vocês sussegarem de novo em Juquehy!😆

    Abraços,
    Carla

  3. A praia do espelho é demais!!!!

    Belas imagens!!

    Abs!!

  4. As fotos estão maravilhosasssss
    Fiquei com muita vontade de conhecer!

  5. Eu ao contrário de si (qd lhe disseram para não vir a Lisboa) fui bem aconselhada e fui pra Arraial, em 2006, com a família e amigos!!

    ESPECTÁCULO!!!!!!

    Aquela Praia do Espelho!!!!! – Sem Palavras!!!!!!!

    Boas Viagens!

  6. Breno,
    O seu post é muito lindo . Qué saudade de Arraial d’Ajuda!!!
    En 2006 eu estuve 15 dias en Arraial e fue fantástico . Me alojé umos dias en Arrail Eco Resort e outros en diferentes pousadas del centro (Catamarà e otra que não recuerdo a seu nome, mais estaba cerca. Era novíssima e a dono era argentino).
    Cuando iba a praia Pitinga eu pasaba por delante de Saint Tropez e me parecia um lugar excelente e la piscina muito boa.
    Tchau.
    Carmen

  7. to chegandooooo!!!!!!!carnaval 2009

  8. Queria informacao sobre o que vai rolar na passagem de ano de 2009 para 2010?

  9. Breno,
    a forma como vc narra sua viagem nos deixa mais animados ainda!!!
    Por isso preciso de socorro. Tenho 5 dias em abril para viajar. Gostaria de ir para Arraial mas me parece muito pouco tempo, sendo melhor ir para o Salinas de Maragogi agora e deixar Arraial um pouca mais para frente.
    Me ajude POR FAVOR.

    Cris.

    • Cristina,

      É complicado decidir uma coisa dessas, mas vou tentar te ajudar…

      A primeira grande questão numa viagem curta é o tempo que se leva até chegar ao destino. Qual deles você chegaria mais rápido? Quanto menos tempo de viagem, mais tempo para curtir, certo?

      A segunda é procurar se informar sobre a época ideal para ir até o destino. Pode ser que chova muito em Arraial ou que as piscinas naturais de Maragogi não estejam deslumbrantes como nos catálogos.

      Se não me engano, o site Viaje na Viagem tem uma tabelinha de épocas ideais para visitar as praias nordestinas. Dá uma fuçada lá que tem muita coisa legal sobre os dois destinos.

      É isso. Espero ter ajudado🙂

      Abraços e boa viagem!

  10. Breno,
    Ajudou sim!
    Na realidade acho que meu problema é que meu marido quer ficar trancado em um resort e eu…. desejo uma viagem mais interessante, e vou acabar cedendo por causa do meu filho.

    Continue com esses maravilhosos e inspiradores relatos de viagem!

    Ah!
    Amei sobre o Ibero. Por várias vezes quase fui e na última mudei o destino. Parece que algo me avisava. Quase tudo que vc relatou eu já imaginava.

  11. São ótimas dicas e uma descrição muito boa de um dos destinos mais bonitos que o Brasil tem. Parabéns pelo site!!!


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: