Publicado por: Breno B | 19 julho, 2008

Viena

Depois de 6 horas de trem e debaixo de uma chuva braba, chegamos a Viena, capital da Áustria. Apesar de grande, Viena tem um eficiente transporte público e grande parte das principais construções estão distribuídas por avenidas que circundam o centro. Toda essa ostentação da monarquia austríaca pode ser conhecida através de um trajeto lógico partindo da Votivkirche (catedral) construída ao estilo romântico, passando pela Universidade de Viena ao estilo neo-renascentista, pela gótica Prefeitura (Rathaus) e acabando no Parlamento ao estilo neoclássico. Com um pouco mais de disposição, dá pra esticar a viagem arquitetônica até o Palácio Hofburg e aos prédios gêmeos do Museu de História da Arte e Museu da História da Ciência.

Na mesma tarde e ainda sem muita ajuda do tempo, resolvemos acabar com nosso jejum de museus. Visitamos o Sigmund Frued Museum, instalado na casa onde Freud viveu e trabalhou até o começo do nazismo. O museu recria ou preserva os ambientes como deveriam estar na época em que ele viveu por aqui. Aos fãs do cara, vale uma visita.

No dia seguinte a chuva deu uma trégua suficiente para chegar à Stephansdom, catedral de São Estevão no centro de Viena. Construída ao estilo gótico, seu tamanho e suas torres impressionam. De cima de uma de suas torres é possível ter uma bela visão da cidade. Além de subir, dá pra descer até as catacumbas através de visitas guiadas.

A algumas estações dali, saímos no Schloss Belvedere que abriga interessantes obras de Manet, Monet, Rodin… Mas o destaque mesmo fica com famoso e dourado quadro “O Beijo” de Gustav Klimt. Saiba que foi aqui no castelo que os aliados assinaram um acordo devolvendo a independência à Áustria. É visita obrigatória seja pelo “O Beijo” ou pelo sentido histórico.

De castelo em castelo, fomos o Schloss Schonbrunn que pretensiosamente se compara ao Chateau du Versailles. Ainda que seja imponente tanto no tamanho quanto no jardim, não é tão luxuoso quanto seu concorrente francês. Mas a modesta casa de verão da família imperial é repleta de histórias e ainda conserva em grande parte a decoração da época. Foi aqui, em uma de suas centenas salas, que o pequeno Mozart tocou para realeza aos 6 anos de idade.

E para saber mais sobre Mozart, vá até a casa dele. A antiga residência agora abriga um interessante museu sobre o próprio. A entrada dá direito a um audioguide – uma mistura de radinho de pilha com celular – que explica, sala por sala, o que acontecia por ali em épocas passadas. Espere encontrar partituras e documentos originais de Mozart, além do seu testamento. Interessante!

Com fome mas ainda embalados por Mozart, jantamos no Mozartstuberl, um restaurantinho ao lado do albergue que vale uma visita. É antigo, é feio, é pequeno e dá medo… mas a comida e os preços módicos valem o susto. Para quem gosta de menos emoção, vá até uma taberna (chamadas por aqui de Heuriger) em Grinzing. O local é recheado de bons pratos e vinhos e ainda conserva o clima de cidadezinha pequena. Chegue antes dos ônibus de turistas.

No dia da partida, ainda deu tempo para uma visita guiada à Opera Nacional (Staatsoper). O salão, que já impressiona pelo tamanho e pela suntuosidade, guarda nos bastidores uma gigantesca estrutura de elevadores para troca de cenários. Destaque para a sala de espera do imperador que, pela bagatela de 500 euros, pode ser acessada por 20 minutos durante os intervalos das óperas. Um luxo dispensável ao meu ver…

E lá fomos nós… Assim como chegamos, deixamos Viena debaixo de chuva. Próxima parada: Bratislava! Vem comigo…


Responses

  1. APROVEITEM! Estamos chegando! bjs

  2. Mããããnnnhheeee…

    Traz o feijão que eu tô com saudades!!!

    Estamos esperando vcs!

    Beijos…

  3. O destino é um espetáculo, mas as fotos estão muito, muito boas. Arrumei mais um “concorrente” nas fotografias. Parabéns!

  4. Olha entrei pra ver dicas sobre Viena e principalmente a casa do Freud, amei as fotos. PARABÉNS.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: