Publicado por: Breno B | 5 agosto, 2008

Auschwitz & Birkenau

Na pacata cidade de Oswiecim, distante 70km de Cracóvia, está a prova do que eu considero como o inferno na terra: Auschwitz e Birkenau (ou Auschwitz II). Aproximadamente 2 milhões (!!!) de pessoas morreram de forma desumana nos dois campos de concentração. Desses mortos, 90% eram judeus.

Na chegada, o clima pesado do local dá o tom da visita aos antigos barracões em Auschwitz, que agora abrigam museus organizados por diferentes países que tiveram seus cidadãos deportados e suas culturas sistematicamente destruídas.

No portão de entrada, a mentirosa frase Arbeit Macht Frei (O Trabalho Liberta) só faz aumentar a indignação dos visitantes com a crueldade nazista. O trabalho pesado durava em média 16h por dia. Muitos não resistiam à fome e ao frio e morriam no local. A cerca eletrificada em volta do campo dá medo até hoje.

Na sala 5 do bloco 4 está a sala que pra mim é a mais chocante de Auschwitz e traduz o absurdo do que foi o holocausto. Dentro da sala está uma enorme montanha de tranças de cabelo das mulheres mortas nas câmaras de gás. Depois de ensacados, os cabelos eram vendidos como matéria prima para fabricação de tecidos (!!!) ou serviam de enchimento para travesseiros e colchões dos presos. Inacreditável.

Se Auschwitz choca pelos seus museus, Birkenau choca pelo tamanho. Eram 300 barracas (na verdade estábulos) que podiam abrigar até 400 pessoas cada (!!!) em condições extremamente precárias. 

Do emblemático pórtico de entrada, o trilho segue até o monumento às vitimas. Ao lado do monumento fica o que sobrou das câmaras de gás, implodidas pelos alemães em fuga como tentativa de apagar as provas do que aconteceu ali. Em vão…

Os dois campos de concentração, que ainda hoje cheiram à morte, estão de pé na esperança de que a humanidade possa aprender com seus próprios erros. Pois saiba que nada nesse mundo justificaria o que ocorreu ali.

A visita não é prazerosa. Mas é repleta de história e mostra o caminho errado que nós não devemos nunca mais seguir.


Responses

  1. Ai, pra mim este tipo de programa não dá… eu ficaria deprimida por um mês, no mínimo.😦

  2. Estivemos em Cracóvia e ao invés de visitar as minas de sal optamos por visitar Auschwitz & Birkenau. Tomamos um táxi de Auschwitz até Birkenau e o taxista nos contou sobre uma lenda, que dentro do campo de Birkenau os sapos nao entram, pois nao sobrevivem devido a energia negativa que ainda lá se encontra. A sensacao que se tem é realmente de um vazio enorme. Vocês devem ter feito o caminho que os prisioneiros com boa saúde faziam para serem registrados e receberem as roupas, humilhante. Mas, vale a pena visitar, como vc disse faz parte da história e só indo lá pode-se fazer um pouquinho da idéia da crueldade do ser humano.

    Abracos, Jerusa

  3. Viva Breno
    Tenho seguido s asua viagem com muito interesse pois sou apaixonada por História e cidades europeias (algumas das que tem registado ainda não conheço). Obrigada pelas informações.
    O meu 1º , e até agora último, campo de concentração foi Sachsenhausen, ao pé de Berlim. É menos grandioso e talvez penoso de visitar. Foi muito dedicado a tarefas específicas, como falsificar largas quantidades de dinheiro (há um filme actual que fala sobre isso, não sei se chegou ao Brasil) e botas, por ex.
    Continuação de boa viagem

  4. Isabel,

    Já estive em Sachsenhausen também quando visitei Berlim. Mas acho que os museus em Auschwitz e a grandeza de Birkenau acabaram me marcando mais.

    É triste ver como uma idéia tão absurda pôde ser implantada. E muitas vezes sob os olhares de quem sabia o que estava acontecendo dentro dos campos de concentração mas que por diversas razões fechavam os olhos para a verdade.

    Abraços,

    Breno B.

  5. Como é que vc conseguiu visitar esse lugar? Eu acabei de voltar de Berlim e achei muito do que vi por la horrivel. Senti esse mesmo ar de tristeza, tudo pesado. Acho que nao conseguiria ir pra esses lugares nao.

  6. Maryanne,

    Muita arruda, pimenta vermelha, sal grosso, olho de tigre, pata de coelho, trevo de 4 folhas, alho, 1 oração de São Bento a cada 3 passos, fita vermelha, vela…

    Ah… e principalmente muita vontade de conhecer a história da (des)humanidade.

    Abraços,

    Breno B.

  7. Ola Breno,

    Estou indo para a Europa agora em outubro..e pretendo visitar Auschwitz.
    Queria informações sobre como sair de Cracovia e ir para Auschwitz,..o meio de transporte..uma idéia de preço..tipo..se o passeio é feito em um dia..ou vcs tem que dormir um algum la perto e dps voltar para Cracovia..enfim..essas coisas..
    Chegarei em Cracovia via aeroporto.

    Obrigado e adorei seu site!!

  8. Felipe,

    Existem ônibus que partem da rodoviária ao lado da estação de trem de 15 em 15 minutos (começa às 8:00h) para Oswiecim. Ele pára na entrada de Auschwitz. Demora 1:30h e é tranquilo pra ir.

    Existem também ônibus fretados organizados pelos albergues e hotéis. É um pouco mais caro, mas é mais rápido e confortável.

    Eu fui de ônibus de linha e consegui lugar num fretado para voltar. A diferença de preço acaba compensando…

    Dá pra fazer tudo num dia sim. Mas prepare-se para andar bastante se quiser conhecer Birkenau melhor.

    Boa viagem e volte depois para nos dizer como foi a visita, ok?

    Abraços,

    Breno B.

  9. Breno,

    Obrigado pela resposta e pelas informações

    Abraços

  10. Breno,
    suas fotos como sempre lindas, dão vontade de partir pra esses lugares já… posso perguntar qual a câmera vc utiliza?

    Recentemente visitei um memorial judeu no Canadá e já fiquei angustiada com a crueldade humana, mas acho que só devemos ter a dimensão desse sofrimento indo nos campos como vc foi.

    Abraços e boas viagens!

  11. Jô,

    Eu uso uma Canon Powershot SD850 IS. É uma câmera compacta com uma qualidade muito boa. Recomendo.

    Concordo com a sua visão sobre o holocausto. Só estando lá para sentir o que foi tudo aquilo. Se puder visitar algum campo de concentração, vá. É uma experiência única.

    Abraços,

    Breno B.

  12. Oi Breno tive a oportunidade de conhecer o Museu do Holocausto tanto de NY como de Washington DC,,,,saindo de la desolada chocada e com muita sensação de perda. Uma vez que escutava muito de meus avós e posteriormente de minha sogra sobre todos os horrores da guerra e do holocausto…é horrivel, é desumano…qdo voce tem uma vida de trabalho. a familia sua casa e seus negocios.arrancados….
    achei sua materia muito bonita e humana…..
    se me permitir vou repassa-la para meu mailing..de judeus e nao judeus….acho que o mundo deve entender e saber sobre os horrores do preconceito e genocidio…o que 1 homem é capaz de fazer com outro homem.
    te confesso..que nao piso em solo alemao nem por todo o dinheiro do mundo.
    beijocas

  13. Marcia,

    Fique à vontade para repassar o link aos seus amigos. Fico feliz que você tenha gostado da maneira como eu trato o que considero um dos maiores, se não o maior, erros da humanidade.

    Pode ter certeza que tudo que escrevi é o que eu sinto realmente. De corpo e alma.

    Abraços e volte sempre!

  14. Adorei
    Estou indo para Cracovia ano que vem (2009)
    Para conhecer Auschwitz
    poderia me dar alguma referencia de hotel, como posso agendar com ele.
    o trageto de Auschwitz até Birkenau pode ser feito a pé?
    e a respeito do idioma só falo ingles (será que da pro gasto)

    Gostei muito do Site

    abraços

    • bem se vc estiver na cidade bem em frente ao shopping tem pelo menos uns tres hoteis e sao muito baratos pois nosso real é mais forte que o sloty…. estive em setembro de 2009 e voltarei em 2010…

      • Por motivos particulares tive que adiar a minha viagen, gostaria que enviasse algumas dicas danielefernando@yahoo.com.br

  15. Fernando,

    Fiquei num albergue em Cracóvia o qual não recomendo.

    O trajeto entre Auschwitz e Birkenau pode ser feito à pé. São aproximadamente 3km. Mas existe um ônibus de 1/2 em 1/2 hora de graça. Não vejo o por quê ir à pé.

    Com um pouco de inglês e mímica e você vai pra onde quiser no mundo todo. Inclusive para a Polônia🙂

    Abraços,

    Breno B.

  16. Breno… ???
    Enquanto procurava informações sob a possivel viagem de Maio a Cracóvia, o Google decidiu enviar-me para o seu Blog, e ainda bem !!! Voce consegue fazer um trbalho excelente. Boas Fotos, bons comentários, grandes destinos…
    Tenho 20 anos e escolho umas grandes viagens turisiticas e historicas do que uns grandes carros ou casas. Ambiciono firmemente a ideia de viajar e andar no mundo redondo… o choque, as linguas, gastronomia, tradições, CULTURA, enriquece uma pessoa, sem duvida que viajar é a melhor maneira de se enriquecer pessoalmente…

    Após tamanh introdução e primeiro comentário…
    gostaria que me detalha-se um pouco se (relembrar) se o nivel de vida é acessivel ou muito acessivel..

    Obrigado, e continue com este trabalho…
    Grande Gosto !😉

  17. Luís,

    O nível de vida na Cracóvia é equivalente ao nível de vida de uma cidade européia de médio porte.

    É bem desenvolvida turisticamente e não deve nada à outras cidades da comunidade.

    Obrigado pela visita e volte sempre!

    Abraços,

    Breno B.

  18. gente,

    estou indo pra frankfurt e gostaria de visistar Auschwitz em um único dia. Qual a melhor forma de ir? Existe problemas com a fronteira para brasileiros?

    obrigada,

    monica

  19. Monica,

    O melhor seria achar um voo direto para Cracóvia e de lá um ônibus até Auschwitz.

    Programe pelo menos 2 dias para esse passeio. A noite na cidade é agitada… vale conferir.

    Abraços,

    Breno B.

  20. Ei, Bruno!
    Esta “gelada” aí na sua mão é de que origem?
    Muito legais as suas fotos.
    Tenho um projeto de, em um futuro próximo, visitar os mais importantes campos de concentração. Para Auschwitz, sua ajuda é muito valiosa.
    Valeu!
    Henrique

  21. Desculpa, Breno!
    Trocar o seu nome foi demais…
    Veja como pensar em visitar os lugares mencionados desconcentra a gente…
    Um abraço!
    Henrique.

  22. Henrique,

    Não esquenta… todo mundo troca meu nome…

    Essa gelada é em Los Roques. Tem um post sobre o lugar aqui no blog.

    Abraços e boas viagens,

    Breno B.

  23. (editado por falta de bom senso e inteligência)

  24. Oi Breno,
    estou indo ao leste europeu em julho e pretendo dar um pulo na Cracóvia. Ainda não decidi se pego um vôo low-fare ou vou de trem. O que recomendaria? Tem ideia de preços qdo vc foi?
    Vc recomendaria algum outro hostel já que gostou do que ficou?
    Obrigada por qquer ajuda.

  25. ka,

    Depende muito do seu ponto de partida. De Bratislava, onde eu estava, para Cracóvia são 8h de trem noite adentro e uma baldeação. Pra mim é demais…

    Mas paguei caro por isso… cerca de EUR 430,00 por pessoa pela LOT saindo de Viena! O voo dura uma horinha.

    O hostel (Golden Hostel) que eu fiquei era horrível… o quarto minúsculo e barulhento. Apesar de já estar acostumado com quartos de albergue, não recomendo esse não! Devem ter melhores por lá…

    Abraços e boa viagem… volte para contar como foi tá?

    Abs,

    Breno B.

  26. Estou viajando para a Europa em janeiro de 2010 e quero visitar Auschwitz. Como posso chegar até lá. saindo de Paris? Qual o trem, ou que meio de transporte é melhor e mais econômico?

  27. Káthia,

    Vai depender de quanto tempo você tem disponível para chegar na Cracóvia. Se você conseguir uma passagem de avião barata, melhor.

    Caso contrário vá de trem mesmo. Pesquise o itinerário no site: http://bahn.hafas.de/bin/query.exe/en

    Abraços e boa viagem!

  28. Realmente sou louca pra viajar para a Alemanha só para conhecer esses dois campos e sentir esse drama em ver as atrocidades que aconteceram de VERDADE!!! Realmente desumano!!!

    • Nicolly,

      Existem outros campos de concentração na Alemanha também, mas se você quiser conhecer esses dois campos vai ter que viajar para a Polônia e não para a Alemanha.

      Abs

  29. Breno, pretendo conhecer Auschwitz ll em janeiro de 2010, tenho medo de passar mal ao aproximar-me desse lugar horripilante. Poderia informar-me se tem assistência hospitalar por perto,hospitais,primeiros socorros? Obrigada! Nádia

    • Nádia,

      Eu não vi nada do tipo por perto mas acredito que tenha sim alguma estrutura médica no próprio campo.

      Minha dica é respirar fundo e encarar a história com muito respeito às coisas que aconteceram ali.

      Boa viagem e volte para nos contar como foi, ok?

      Abraços,

      Breno B.

  30. olá. estudo o Holocausto desde o ano de 2004, e até hj não consegui vizitar os campos. voçe poderia me informar sobre alguma agencia ou empresa que trabalha com esse tipo de turismo:? te agradeço d cora~ção se puder. abç.

  31. opá quero saber como posso ir para esses campos, vou fazer um tour por berlin e depois quero visitar esses campos alguem podeme ajudar meu msn é bruno_krainer@hotmail.com

  32. estou viajando p/ europa agora no dia 4 de junho p espanha e quero conhecer Auschwitz II-Birkenau – como devo fazer a partir de sevilha ?

  33. Apesar de ter feito uma preparação psicológica no caminho de Varsóvia para o campo não me serviu de muito. O que mais me impressionou foi a sistematização de uma máquina de morte.

    Fiz a viagem a 9 de Junho a meio caminho de Cracóvia.Os pavilhões até são melhores do que eu esperava visto que era um antigo aquartelamento, mas a diferença que faziam entre homens e mulheres está bem patente no
    que duravam uns e outros. E isso choca-me…

  34. Já agora um pergunta : Birkenau que nós não visitámos ainda existe? Ouvi falar de um portão e uns restos de canalizações que seriam do lado contrário á linha férrea, fronteira a aushwitz…

  35. Boa noite, Bruno.

    Irei para Cracóvia em outubro, e de lá não posso deixar de respirar essa história de Auschwitz, ainda que muito triste.

    Pesquisei as formas de visitar o campo, e encontrei muitas pessoas falando de ônibus.

    Tem como você me informar se esse ônibus eu pego naquela rodoviária principal mesmo e mais ou menos uma estimativa de valor ?

    Se puder me enviar um email simples respondendo isso seria de grande ajuda.

    Agradeço a sua ajuda, Bruno.

    • Eduardo,

      Peguei o ônibus na rodoviária de Cracóvia para ir e um shuttle para voltar. Não lembro os preços, mas é bem barato. No hotel mesmo você consegue agendar os horários dos ônibus.

      PS: meu nome é Breno!

      Abs

  36. Olá breno, estou a pensar ir visitar auschwitz com umas amigas para o ano durante o nosso interrail. Gostava de saber quanto se paga para lá entrar e visitar o sítio
    obrigada🙂
    Sara

  37. Ola Breno. Parabens pelo Blog.
    Estou programando uma visita a Auschwitz para Fevereiro. Além do frio, li em um site de que o sol é uma raridade nessa época do ano. Você sabe onde consigo uma boa informação acerca das temperaturas e da luminosidade durante o dia ? Abraço. Edney

  38. Breno, estou indo para Polônia e achei tua experiência fantástica. Vai me ajudar bastante!! Parabéns, Lucio

  39. Olá Breno! Estou organizando uma viajem para Polônia, e obtive muitas informações interessantes por aqui. Vamos para Szczecin, Gdansk, Varsovia e Cracovia, incluindo Auschwitz. Você conheceu Gdansk? Qual seria o melhor meio de transporte Gdansk-Varsóvia e Varsóvia-Cracovia? Parabéns pelo site! Abc, Mariana.

    • Mariana,

      Não conheci Gdansk. Pela distância entre Varsóvia e Cracóvia, acho que eu iria de avião. Mas se você tiver mais tempo, com certeza o trem seria mais interessante pelo custo.

      Abraços,

      Breno B.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: